Candidatar

Guia do candidato

Este documento contém informações detalhadas sobre o procedimento de candidatura. Aconselhamos que o leia cuidadosamente antes de começar a preencher o formulário de candidatura.

Formulário de Candiadtura

Candidatura - versão Word (.doc)

 

Quem pode candidatar-se
Como candidatar

 

Quem pode candidatar-se

O projeto EurekaSD é um sistema de mobilidade que está aberto à pessoas européias que podem optar entre os países da América Latina que são: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Uruguai e Venezuela.

O projeto EurekaSD oferece bolsas de estudo para diferentes tipos de mobilidade por grupo-alvo. O Capítulo 2 do Guia do Candidato fornece uma visão geral sobre as bolsas de estudo disponíveis para a chamada atual.

Por favor, note que não há bolsas de estudo em todas as modalidades para o Chile, Costa Rica, Panamá, Uruguai e Venezuela.

Antes de preencher em seu aplicativo, você precisa verificar se você é elegível. Por favor, leia com cuidado e atenção as definições do grupo alvo publicado pela Comissão Europeia. Você é elegível se (e somente se) todos os critérios são aplicáveis à sua situação.

 

Os estudantes europeus

Para serem elegíveis, os alunos europeus com graduação e mestrado, bem como de doutorado e pós-doutorado candidatos, referido como "estudantes europeus":

1. Deve ter nacionalidade em um dos países europeus elegíveis;

2. Para o grupo-alvo 1 (TG I): os estudantes devem estar inscritos numa das IES (Instituições de Ensino Superior) de países europeus no âmbito da parceria, no momento da apresentação da sua candidatura à parceria. Observa-se que os estudantes de graduação devem ter concluído com êxito pelo menos um ano de estudos na sua instituição de origem;

3. Para o grupo-alvo 2 (TG II): os alunos precisam estar registrado/matriculado em uma instituição de ensino superior (não incluído na parceria) de qualquer país europeu ou ter obtido um diploma universitário ou equivalente de uma instituição de ensino superior de qualquer país europeu;

4. Devem possuir conhecimento suficiente da língua dos cursos ou de uma das línguas habitualmente faladas no país de acolhimento;

5. Os estudantes de graduação, prioritariamente, devem ter concluído com êxito pelo menos um ano de estudos do ensino superior.

 

Estudantes de países terceiros

Para serem alunos elegíveis, de países terceiros, de graduação e mestrado, bem como doutorandos e pós-doutorandos, referidos como "estudantes de países terceiros", é preciso considerar:

1. Ter nacionalidade de um dos terceiros-países abrangidos pelo lote/grupo correspondente;

2. Não deve ter residido nem tenham exercido a sua atividade principal (estudos, trabalho, etc) por mais de um total de 12 meses ao longo dos últimos cinco anos em qualquer um dos países europeus elegíveis no momento da apresentação da sua candidatura à parceria. Esta regra não se aplica aos candidatos do grupo-alvo 3;

3. Para o grupo-alvo 1 (TG I): os estudantes devem estar inscritos numa das instituições de ensino superior de países terceiros no âmbito da parceria, no momento da apresentação da sua candidatura à parceria. Estudantes de graduação devem ter concluído com êxito pelo menos um ano de estudos na sua instituição de origem;

4. Para o grupo-alvo 2 (TG II): os alunos precisam ser registrado/matriculado em uma instituição de ensino superior (não incluído na parceria) do país terceiro, ou ter obtido um diploma universitário, ou equivalente, de uma instituição de ensino superior destes países terceiros;

5. Para o grupo-alvo 3 (TG III): os estudantes devem ter nacionalidade um dos terceiros-países abrangidos pelo lote e fazer parte dos grupos-alvo vulneráveis ​​(explicação abaixo);

6. Devem possuir conhecimento suficiente da língua dos cursos ou de uma das línguas habitualmente faladas no país de acolhimento.

 

Pessoal Administrativo/Acadêmico (staff)

O pessoal administrativo/acadêmico (staff) será a seguir designado de "pessoal". Para ser elegível, deverá ser considerado:

1. Deve ter nacionalidade de um dos países elegíveis;

2. Para o grupo-alvo 1 (TG I): equipe de um país terceiro devem trabalhar ou estar associado a uma das instituições de ensino superior de países terceiros que participam na parceria. Funcionários da UE devem trabalhar ou estar associado a uma das instituições de ensino superior da UE que participam na parceria;

3. Para o grupo-alvo 2 (TG II): equipe de um país terceiro devem trabalhar, ou estar associado, a uma IES (não incluído na parceria) de qualquer país terceiro de acordo com o lote. Os funcionários da UE devem trabalhar, ou estar associado, a uma IES (não incluído na parceria) de qualquer país europeu;

As universidades de origem e de acolhimento devem acordar entre si o programa das aulas a serem entregues pela equipe visitante, assim como as atividades de investigação/pesquisa ou o tipo de formação que se pretende.

 

Situações de Vulnerabilidade (Grupo Alvo 3)

Os destinatários são cidadãos dos terceiros-países abrangidos pela área geográfica que se encontram em situações particularmente vulneráveis, por razões sociais e políticas. Por exemplo:

• ter uma situação de refugiado ou beneficiários de asilo (internacional ou de acordo com a legislação nacional de um dos países receptores europeus), ou;

• ter comprovação que tem sido alvo de expulsão injustificada de uma universidade por motivos raciais, étnicos, religiosos, políticos, de género ou inclinação sexual, ou ;

• pertencer a uma população indígena visada por uma política nacional específica ou IDPs (pessoas internamente deslocadas)

 

Como candidatar

É altamente recomendável ler primeiro o Guia do Candidato !

Antes de acessar o formulário de inscrição, você precisa criar uma nova conta de usuário na página inicial EurekaSD. Para isso você precisa de um endereço de email válido, uma conexão com a internet e precisa selecionar o nível de mobilidade que quer se aplicar/submeter. É muito importante que você forneça um endereço de email válido e que você certifique-se de mantê-lo ativo porque alguns provedores de e-mail gratuito desativam as contas que não são utilizados por um período de tempo (normalmente alguns meses). Por isso verifique a situação com o seu provedor de e-mail. Este endereço de e-mail vai ser utilizado para toda a comunicação com você. Não incluir no formulário de candidatura o e-mail de outro colega ou amigo que também está se aplicando ou submetendo.

A comunicação dos resultados será feita exclusivamente por e-mail e isso pode gerar problemas na interpretação dos resultados da seleção.

Após o login, você pode fornecer as informações solicitadas sobre si mesmo. O sistema de aplicação irá solicitar-lhe um conjunto de perguntas sobre os critérios de elegibilidade gerais e questões destinadas a identificar o grupo alvo a que pertence. Você deve responder a todas as perguntas com sinceridade, de modo a assegurar o cumprimento de todos os critérios gerais de elegibilidade. No caso de um dos critérios de elegibilidade não for cumprido/preenchido, o sistema irá imediatamente informá-lo que você não é elegível.

Como próximo passo, você deve preencher o formulário de inscrição on-line disponível no site do projeto. O sistema irá salvar um rascunho da aplicação cada vez que o botão "salvar" é pressionado, permitindo que ele seja revisto, editado e completado. Será disponibilizada uma versão do Word para download, para facilitar o preenchimento e conclusão. Depois cada candidato deve copiar/colar as informações no formulário de candidatura online. Por favor, tenha em mente que você vai ser capaz de fornecer referências ou contatos para recomendação. Submeter tais referências é opcional, mas recomendado.

Os candidatos devem preparar cuidadosamente e rever a aplicação antes de pressionar o botão "enviar". Apenas as candidaturas apresentadas serão consideradas durante o processo de seleção. No caso de você apresentar mais de uma candidatura, apenas o mais novo aplicativo será considerado.

 

Por favor, mantenha em mente:

• Depois de clicar no botão "enviar", não é possível fazer qualquer alteração adicional à proposta já apresentada. Assim, se você gostaria de fazer quaisquer alterações válidas, você deve registrar uma nova conta e preencher outro formulário de candidatura. Apenas o mais novo aplicativo será considerado.

• Todos os aplicativos e documentos exigidos devem ser apresentados através dos nossos formulários on-line. Nós não aceitamos candidaturas ou documentos exigidos enviados por correio, fax ou e-mail.

• Que os pedidos incompletos ou com anexos em branco ou ilegíveis não serão considerados elegíveis e será imediatamente desconsiderada.

• No caso de você desejar anexar mais de um documento no mesmo campo (como a transcrição oficial de diploma ou grau), o arquivo anexado deve incluir a digitalização de todos. Gabinetes de várias páginas devem estar na ordem correta. Recomendamos usar GUI-PDF-TK ou PDF-SAM (ambos são software livre) para a manipulação de documentos PDF.

• Todas as aplicações e os documentos complementares devem ser fornecidos no idioma Inglês. Apenas para o grupo-alvo 3 os candidatos estão autorizados a usar a lingua portuguesa ou espanhola, caso se candidate a uma bolsa de estudos em um país onde o português ou espanhol seja língua oficial.

• O tamanho máximo de arquivo por documento é de 5 MB.

• Dentro dos processos de candidatura, avaliação e seleção é suficiente para apresentação de certificados provisórios. Os documentos originais devem ser fornecidos se o requerente for selecionado como bolsista potencial.

• Se o candidato tiver transmitido informações incorrectas ou enganosas no aplicativo, este pode ser um motivo para a retirada da concessão.